Pré-candidatos republicanos defendem espionagem contra Cuba

Os pré-candidatos republicanos à Presidência dos Estados Unidos Newt Gingrich e Rick Santorum defenderam nesta segunda-feira (23) o uso de "operações ocultas" de espionagem para derrubar o regime dos irmãos Fidel e Raúl Castro em Cuba.
Os quatro pré-candidatos republicanos em disputa debateram suas posturas quanto à política que Washington deve tomar a respeito de Cuba em um debate na Universidade do Sul da Flórida, na cidade de Tampa.
A Flórida será o próximo estado a receber as primárias do partido, e conta com um grande contingente populacional de origem cubana.

Por outro lado, o candidato descartou o envio de tropas ou o uso da força militar na ilha, defendendo o "emprego de qualquer recurso que os Estados Unidos tenham em seu poder, incluindo operações ocultas, como (o ex-presidente Ronald) Reagan fez com os soviéticos"
.Gingrich, que no sábado (21) venceu as primárias da Carolina do Sul, expressou sua determinação em deixar claro: "como presidente, não permitirei mais quatro anos de ditadura".
Santorum, por sua vez, considerou que o regime cubano representa uma "ameaça grave" para a segurança dos EUA e apoiou "o uso de táticas como as que Newt sugeriu" para debilitá-lo.
"As sanções devem continuar até que os irmãos Castro estejam mortos", sentenciou o aspirante ao assegurar que "Cuba, Venezuela e Nicarágua têm redes crescentes de gente que trabalha com jihadistas e iranianos, e estão dispostos a construir plataformas militares a 150 quilômetros da nossa costa".
Pré-candidatos republicanos Santorum, Romney, Gingrich e Paul debatem nos EUA (Foto: Chip Somodevilla / Getty Images North America / AFP)Pré-candidatos republicanos Santorum, Romney, Gingrich e Paul debatem nos EUA (Foto: Chip Somodevilla / Getty Images North America / AFP)
O ex-governador de Massachusets Mitt Romney denunciou que o presidente Barack Obama tomou um "caminho muito perigoso a respeito de Cuba", e que os Estados Unidos devem "manter-se ao lado daqueles cubanos que querem liberdade".
Questionado sobre qual seria sua reação se, como presidente, recebesse uma ligação anunciando a morte de Fidel Castro, Romney respondeu que "agradeceria ao céu a devolução do ex-líder cubano ao seu criador".
Gingrich aproveitou para replicar que não acredita que Fidel "vá conhecer seu criador", já que "irá a outro lugar".
O congressista Ron Paul, por sua parte, se opôs a seus rivais ao assegurar que "é hora de os Estados Unidos abandonarem a estratégia de não falar com as pessoas".
"A Guerra Fria acabou", disse Paul ao defender a abertura de uma conversa com Havana como as que foram iniciadas com Rússia e China, o que "acabou por levar ao comércio".
Irã
Mitt Romney disse que consideraria um "ato de guerra" o fechamento pelo Irã do Estreito de Ormuz, uma rota de trânsito chave para o fornecimento de petróleo mundial.

"É apropriado e essencial para nossas forças armadas, para nossa marinha de guerra, manter aberta a navegação". "É claro que é um ato de guerra", disse Romney.

Os líderes militares e políticos do Irã advertiram no início do ano que poderiam fechar o Estreito se a crescente pressão das sanções do Ocidente por seu programa nuclear detivessem suas exportações de petróleo.

O Estreito é uma rota importante para a saída de petróleo do Golfo.

O Irã tentou reduzir as tensões na semana passada, depois de ameaçar com uma resposta se os Estados Unidos reenviassem um porta-aviões ao Golfo.

Horas antes do debate, o Pentágono confirmou que o porta-aviões dos Estados Unidos "USS Abraham Lincoln" cruzou no domingo o Estreito de Ormuz e chegou ao Golfo Pérsico, depois que o Irã ameaçou fechar a estratégica rota marítima.
As primárias da Flórida acontecerão no próximo dia 31.
Gingrich vence prévia na Carolina do Sul (Foto: Arte G1)
entenda as eleições nos eua 20/01 (Foto: Editoria de Arte / G1)

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.