Cinegrafista da Band é atingido por bomba durante protesto

Momento em que o cinegrafista foi atingido (Crédito: Reprodução / Agência O Globo)
Um cinegrafista da TV Bandeirantes foi atingido por uma bomba durante manifestação de hoje (6) na Central do Brasil, no Rio de Janeiro. O profissional gravava o protesto quando uma bomba explodiu ao lado de sua cabeça. Não se sabe, até o momento, de onde teria partido a bomba. Parentes pediram que o nome do cinegrafista fosse preservado.

O cinegrafista foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, onde está sendo operado no setor de neurocirurgia. Ele deu entrada no hospital com afundamento no crânio e perda de parte da orelha. Segundo a assessoria do hospital, ele chegou em estado de coma. Mais seis pessoas foram internados com ferimentos no hospital. Nenhuma não corre risco de morte.
O Grupo Bandeirantes lamentou o caso em nota divulgada na noite dessa quinta-feira. "Durante as manifestações na Central do Brasil, nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, o cinegrafista Santiago Andrade da Band foi ferido na cabeça por um artefato – não se sabe, por enquanto, se uma bomba de gás lacrimogênio ou de fabricação caseira. O cinegrafista, que perdeu muito sangue, foi levado sem sentidos, num carro da polícia,  para o Hospital Souza Aguiar, onde passou por uma tomografia e está sendo submetido a uma cirurgia. Seu estado é grave. A Band espera no hospital, junto á família de Santiago, os resultados da cirurgia  e poderá voltar com novas informações".
A Polícia Militar (PM) prendeu 28 manifestantes  que participavam de um protesto contra o aumento das passagens de ônibus na Central do Brasil. O grupo foi colocado em um micro-ônibus da PM e levado para a 19ª Delegacia de Polícia.
O protesto começou pacífico às 18h30 com uma passeata pela Avenida Presidente Vargas até a Central do Brasil, mas terminou em um grande tumulto, quando os manifestantes invadiram o prédio da central e forçaram a liberação das roletas. Policiais da tropa da choque intervieram com o objetivo de esvaziar a estação e houve confronto.

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.