Em Maceió, Dilma anuncia R$ 480 milhões para transporte público e agricultura

A presidente da República, Dilma Rousseff, chegou ao Centro de Convenções, em Maceió, por volta de 15h15. Logo fez a vistoria nos tratores agrícolas que foram entregues a 19 prefeituras alagoanas. Dilma foi recebida pelo governador Teotônio Vilela Filho e outras autoridades do Estado presentes ao evento, que lota o auditório Gustavo Leite.

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira, foi o primeiro a discursar. Ele agradeceu a parceria do governo federal nos projetos que a capital precisa para desenvolver a mobilidade urbana. Segundo o gestor, mobilidade não é só um problema brasileiro, mas mundial. "Nós, prefeitos temos um desafio diário", disse.
Rui destacou que sua administração iniciou, nesta segunda-feira (17), a implantação da faixa azul, beneficiando a grande maioria da população que utiliza o transporte coletivo. "É preciso a compreensão de todos de que o coletivo deve ter primazia ao individual", conclamou.
Logo depois foi a vez do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, que inicou o discurso dizendo sobre a seca: "Vamos tentar recuperar com os equipamentos, aquilo que a seca fez perder", disse o ministro que anunciou a entrega de 17 caminhões-caçamba e 02 carros-pipa, totalizando um investimento de R$ 80 milhões. "Isso deve beneficiar cerca de 20 mil agricultores", concluiu o ministro.
Ao tomar a palavra, o presidente da AMA, Marcelo Beltrão, solicitou à presidente Dilma Roussef que agilize junto ao Ibama a licença do estaleiro Eisa; pediu também que os municípios sejam habilitados como agentes ativos no combate à seca e solicitou, ainda, que a presidente oriente a bancada federal para aprovação da PEC 39, que regulamenta 2% para o FPM.
Já Agnaldo Ribeiro, ministro das cidades, anunciou que outra parte do VLT já foi comprado e chegará, em breve, a Maceió. Ele disse que haverá uma modernização do Rio Largo até o Porto, com 32 km de extensão.
Há também um projeto que vai do Centro de Convenções até o Maceió Shopping. E uma nova obra, que ainda está em estudo, é um VLT, do Centro até o Aeroporto. O ministro destacou que a cidade de Maceió cresce para a região alta e que o objetivo é atender as pessoas que mais precisem. Ele disse que 118 milhões de reais serão destinados, em uma 2ª etapa, para implantar o veículo na Via Expressa.
Ao tomar a palavra, o presidente da AMA, Marcelo Beltrão, solicitou à presidenta Dilma Roussef que agilize junto ao Ibama a licença do estaleiro Eisa; pediu também que os municípios sejam habilitados como agentes ativos no combate à seca e solicitou, ainda, que a presidenta oriente a bancada federal para aprovação da PEC 39, que regulamenta 2% para o FPM
O governador Teotônio Vilela, em seu discurso, arrancou gargalhada da plateia quando, ao destacar as belezas naturais e a cultura de Alagoas, disse à presidente: "Da próxima vez que vir a Alagoas, senhora presidente, coloque o bíquini na mala".  Destacando o crescimento da hotelaria no Estado e dos avanços conquistados com o Canal do Sertão e com a vinda de insústrias para Alagoas.
Dilma
Em seu pronunciamento, a presidente Dilma disse que veio a Maceió mudar uma característica que ela compartilha com outras cidades: a necessidade urgente de melhorar o transporte coletivo. "Olho para o Basil também olhando as diferenças das regiões. Tem região que foi condenada a não ter desenvolvimento por anos, séculos", disse.
Dilma destaca importância de se invesrtir em transporte sobre trilho, metrô ou VLT. Porque é rápido, seguro e permite que haja integração. "Transporte coletivo é tempo e vida", avisou.
A presidente do Brasil afirmou que R$ 400 milhões de reais estão sendo investidos no transporte público de Maceió e que o objetivo desse investimento é melhorar o tempo que os usuários do transporte coletivo gastam para se deslocar.
“O VLT é o que há de mais moderno no transporte público. Nosso plano prevê mais dois VLT’s para Alagoas. Além disso, a CBTU vai fazer uma reforma nos trens que já existem, transformando todos em VLT. E estamos garantindo todos os recursos para um segundo VLT na cidade” enfatizou Dilma.
Além dos VLT’s, o Governo Federal implantará 2 BRT’s, mais conhecidos como corredores de ônibus, que tem por objetivo fazer os ônibus circularem mais rápido dentro da cidade.
Equipamentos agrícolas
Já com relação à entrega das máquinas agrícolas, a presidente destacou o fato do Governo ter comprado todos os equipamentos de fábricas brasileiras e disse que o prazo para a entrega de todos os kits, nos 5. 061 municípios do Brasil contemplados, é no final de maio.
“Nós demos prioridade na entrega das máquinas para os municípios do semi-árido brasileiro, na área da Sudene e também naquelas prefeituras que decretaram situação de emergência devido à seca, considerada a pior nos últimos 50 ou 100 anos”, explicou.
Mais Médicos
Ao final do seu discurso, Dilma Roussef frisou o programa Mais Médicos, recebido em 53 cidades alagoanas. Segundo a presidente, o retorno que o Governo tem tido sobre o programa é muito importante.
“O modo como o Mais Médicos tem sido recebido pela população mostra que o brasileiro quer ser atendido com humanidade. Ainda há muito a ser feito. O caminho do Brasil é trabalharmos de forma sistemática, contando com três esforços: do pessoal que ‘rala’, da solidariedade e das oportunidades oferecidas pelo Governo”, finalizou Roussef.

TNh1

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.