Governo do Egito renuncia, diz jornal estatal

Abdel Fattah al-Sisi durante encontro com presidente russo Vladmir Putin, em fevereiro. Ele é candidato à Presidência do Egito Foto: ReutersO governo egípcio apoiado pelo Exército renunciou, informou o jornal estatal Al Ahram em seu site nesta segunda-feira, em uma reportagem que foi confirmada por uma autoridade do país. O jornal, citando uma fonte não identificada, disse que a decisão foi tomada após uma reunião de gabinete com 15 minutos de duração.
O chefe do Exército, marechal de campo Abdel Fattah al-Sisi, que deve concorrer à Presidência, participou do encontro por ser o atual ministro da Defesa.
Em entrevista a Al Arabiya Notícias em janeiro, o primeiro-ministro interino Hazem el-Beblawi foi questionado se o Egito estaria voltando para o regime militar após a derrubada apoiada pelo exército do presidente islamita Mohammad Mursi no ano passado. "Isso é algo que as pessoas têm em suas mentes, em sua imaginação. Eu estive no gabinete por cerca de seis meses, eu não senti qualquer momento que estou dirigido pelos militares ", respondeu ele.

Fonte: Reuters

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.