Pastor processa emissora de TV por causa de beijo gay em "Amor à Vida"

Beijo gay foi exibido no último capítulo da novela Amor à Vida (Crédito: Reprodução)O beijo gay entre Niko (Thiago Fragoso) e Félix (Mateus Solano) no último capítulo de “Amor à Vida” não agradou às lideranças evangélicas.
O pastor baiano e deputado estadual Sargento Isidório entrou com um processo contra a Rede Globo nesta terça (04) na Assembleia Legislativa da Bahia, repudiando a exibição do beijo, além de dizer que a emissora carioca agride a “família brasileira”.
No documento, o pastor fala que a Globo exibe insistentes “cenas de sexo, beijos entre homossexuais, traições conjugais, homicídios, tentativas de homicídios, assédio moral, humilhação, dentre muitas outras, de maneira tendenciosa, atentam contra os bons costumes, com a finalidade de promiscuir e assim destruir as famílias tradicionais cristãs“. Segundo o pastor, isso é um grave atentado ao pudor aos que assistem a Globo.
“Venho demonstrar, em nome das Famílias Cristãs do nosso Estado e de nossa Nação, meu repúdio a cenas que estimulam, de maneira acintosa, a violência, e buscam destruir conceitos éticos, morais e religiosos das famílias brasileiras e da sociedade”, disse Isidório em comunicado em seu Facebook.
Nas redes sociais, muitas pessoas concordaram com o pastor, já outras disseram que ele está sendo homofóbico e que devia usar seu mandato para coisas úteis.
A Globo ainda não se pronunciou sobre o caso, até porque ainda não recebeu qualquer tipo de notificação.

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.