Sem receber há quatro meses, pipeiros do Sertão devem parar

Os donos de carros-pipas do Alto Sertão de Alagoas, e que realizam o serviço de abastecimento d’água nos municípios atingidos pela seca, pretendem paralisar as atividades nesta semana por falta de pagamento. O atraso no repasse do dinheiro já chega a quatro meses.

Os pipeiros pretendem realizar um protesto em frente ao Palácio República dos Palmares na próxima semana, segundo o coordenador da Defesa Civil de Água Branca, João Gomes de Sá. Vários comboios de caminhões estão se organizando para chegar à capital alagoana.

Segundo ele, a maioria não tem mais como manter o serviço funcionando porque não tem dinheiro para abastecer com combustível os caminhões. A paralisação dos serviços de abastecimento vai deixar cerca de 300 mil famílias e dezenas de escolas de povoados e municípios sem água potável.

João Gomes disse que alguns já pararam o serviço porque não tem como manter os carros-pipas circulando. “Isto tem provocado o surgimento de carros-pipas de particulares, que estão retirando a água do Canal do Sertão à noite e vendendo nas comunidades”, denunciou ele.

SEM TRATAMENTO

João Gomes disse que a água captada pelos pipeiros particulares no Canal do Sertão não recebe qualquer tipo de tratamento ou adição de hipoclorito para matar as bactérias. “Isso coloca a saúde da população do Sertão em risco. Ano passado, já tivemos 54 mortes devido a água contaminada e mais de 64 mil casos de diarreia”, declarou ele.

Fonte: Gazetaweb

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.