Quase 300 pessoas desaparecem após naufrágio na Coreia do Sul


Ao menos quatro pessoas morreram, segundo a emissora "CNN" e 292 estão desaparecidas depois que uma balsa com 459 passageiros afundou, nesta quarta-feira (16), na Coreia do Sul. Até agora, cerca de 160 pessoas foram resgatadas em uma operação que envolve 34 barcos e 18 helicópteros.

A balsa, com capacidade para 900 passageiros, transportava em sua maioria estudantes.

As vítimas seriam três homens - um deles um estudante - e uma mulher que integrava a tripulação.

Em um primeiro momento as autoridades anunciaram que 368 pessoas haviam sido resgatadas, mas depois retificaram a informação e confirmaram o resgate de apenas 164.

A embarcação que teria se inclinado após raspar o casco no fundo do mar. Pelo menos 325 passageiros eram estudantes que saíram do porto de Incheon rumo à ilha de Jeju, um dos principais pontos turísticos do país asiático, conhecido como o "Havaí sul-coreano". O sinal de socorro foi emitido às 9h no horário local (21h de Brasília de terça).


0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.