Téo Vilela confirma pré-candidatura de Eduardo Tavares ao governo

Eduardo Tavares (Foto: Waldson Costa/G1)O governador de Alagoas, Teotonio Vilela Filho (PSDB) anunciou em coletiva de imprensa nesta manhã de segunda-feira (7) a pré-candidatura do procurador de Justiça e ex-secretário de Defesa Social, Eduardo Tavares (PSDB).
Téo Vilela ainda confirmou que fica no governo do estado até o final do mandato.
O prazo para que os servidores públicos com intenção de concorrer a cargos eletivos se afastassem da função se encerrou neste final de semana.
Eleição
O governador disse que apesar de Benedito de Lira (PP) e Alexandre Toledo (PSB) serem bons nomes para o cargo, a candidatura deles tornava difícil o apoio de Aécio Neves (PSDB), candidato à presidência.
Ele declarou que sua candidatura chegou a ser cogitada, por ele ser o único tucano no governo no Nordeste, mas em seguida foi descartada.
Nos últimos dez dias, Téo diz que conversou com Aécio pelo menos 15 vezes. Com as negociações, o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), era o candidato natural ao governo, mas ele decidiu ficar na prefeitura ate o fim da gestão.
A candidatura de Eduardo Tavares se justificaria, portanto, pela capacidade do ex-secretário de mobilizar a sociedade em torno de grandes causas, alem de ser um nome novo.
Como qualidade de Tavares, ele destaca a grande energia para o trabalho, uma inconformidade com a qualidade do serviço público, além de ser conciliador.
Apoio
Na entrevista coletiva, Téo Vilela pediu ainda que os partidos aliados e os companheiros de gestão se juntem ao PSDB em prol da candidatura de Eduardo Tavares.
O ex-secretário se disse impactado com o convite, por não ser partidário, mas acabou aceitando.Tavares afirmou que a ida dele para o PSDB é consequência da vida dele como agente público.
Secretários
O governador deverá anunciar ainda hoje a saída de outros secretários de seu governo para disputar a eleição de outubro deste ano.
A intenção de Eduardo tavares foi anunciada em primeira mão pelo jornalista Ricardo Mota, no TNH1.Ele estava no cargo há menos de 100 dias e o anúncio de sua saída pegou todos de surpresa. Em seu lugar deve assumir o secretário adjunto, Maurício Maux.
Também deixa o Governo o secretário adjunto do Esporte, Jorge VI. Em seu lugar assume a superintendente de Esporte e Desporto Escolar, Vânia Quintella.
Contudo, surpresas ainda poderão ser anunciadas, já que as exonerações desses secretários ainda não foram publicadas em Diário Oficial do Estado.
Com publicação
Na sexta-feira (4), o superintendente do Procon, Rodrigo Cunha, teve seu desligamento publicado no Diário Oficial. O assessor jurídico do órgão, Adalberto Costa, é o substituto interino.

Tnh1

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.