Conheça os recordes que podem ser quebrados nesta Copa do Mundo

2014 06 06t202943z 981253842 gm1ea670cfl01 rtrmadp 3 soccer friendlyA Copa do Mundo começa nesta quinta-feira (12), com o jogo Brasil x Croácia. No entanto, o Mundial pode ficar marcado pela quebra de alguns recordes, individuais e por equipes.
Veja abaixo os principais recordes que pode ser quebrados:
MAIOR ARTILHEIRO DA HISTÓRIA DAS COPAS
A marca pertence ao brasileiro Ronaldo, campeão do Mundo em 2002. Com 15 gols em Mundiais, ninguém tem tantos gols quanto o brasileiro. No entanto, o alemão Miroslav Klose, que vai para sua quarta Copa do Mundo, está a um de igualar-se ao Fenômeno. Caso marque dois gols, a marca de Ronaldo pode cair.
O jogador ainda pode entrar para um seleto grupo de jogadores que marcaram gols em quatro Copas diferentes. Apenas o alemão Uwe Seeler e o brasileiro Pelé, que marcaram em 1958, 1962, 1966 e 1970.
JOGADOR QUE MAIS JOGOU EM COPAS
O detentor da marca é o ex-capitão da seleção alemã, campeão do mundo em 1990, Lothar Matthäus, com 25 jogos. No entanto, o mesmo Miroslav Klose, reserva no atual time alemão, tem 19 partidas. Para quebrar a marca, os alemães, além de terem que chegar às semifinais, terão que ter Klose em campo por, pelo menos, seis partidas.
RECORDISTA DE VITÓRIAS EM COMPAS
O brasileiro Cafu é o jogador com mais triunfos em Mundiais. São 16 vitórias com o Brasil. A marca pode ser quebrada também por Klose, que atualmente tem 13 vitórias. Se ele participar de três vitórias alemãs neste Mundial, já empata com o ex-capitão brasileiro.
MINUTOS SEM SOFRER GOLS
O recorde pertence ao italiano Walter Zenga, que ficou 517 minutos sem sofrer gols em Copa do Mundo. No entanto, o espanhol Iker Casillas não sofre gols em Copa desde a vitória espanhola contra o Chile por 2 x 1, na primeira fase da Copa de 2010. O arqueiro soma 433 minutos sem sofrer gols, e precisaria passar toda a partida contra a Holanda sem sofrer gols.
O goleiro também pode quebrar o recorde de número de partidas sem sofrer gols. Defendendo a Espanha desde 2002, o jogador ficou sete partidas sem sofrer gols em Mundial. Os recordistas dessa marca são o inglês Peter Shilton (82, 86 e 90) e do francês Fabian Barthez (98, 02 e 06), cada um com 10 jogos sem sofrer gols.
JOGADOR MAIS VELHO A JOGAR NO MUNDIAL
Faryd foi convocado para defender a Colômbia com seus 43 anos.Caso entre em campo, ele superará o camaonês Roger Milla, que disputou a Copa de 1994 com 42 anos e um mês. 
Outro recorde, já quebrado pelo goleiro, é o fato de ser o primeiro atleta a jogar Copas do Mundo no espaço de 20 anos. Em 1994, o goleiro era reserva de Córdoba na seleção.
CAPITÃO BICAMPEÃO
Não há na história das Copas do Mundo um capitão bicampeão do mundo. Dunga chegou perto em 1998, mas ficou com o vicecampeonato.
Agora, Iker Casillas pode ser o primeiro da história a levantar a taça por duas vezes. Basta que a Espanha conquiste o Mundial.
TREINADOR BICAMPEÃO
Apenas um treinador na história das Copas conquistou dois Mundiais. Vittorio Pozzo, campeão com a Itália em 1934 e 1938 é o único até hoje a conseguir esssa marca. No Mundial de 2014, dois treinadores podem igualar a marca do italiano. O brasileiro Luiz Felipe Scolari, campeão com o Brasil em 2002, e Vicente del Bosque, campeão com a Espanha em 2010, são os únicos que podem igualar a marca de Pozzo.
CAMPEÃO COMO JOGADOR E TÉCNICO
Mário Jorge Lobo Zagallo e Franz Beckenbauer são os únicos a alcançar tais feitos. Zagallo venceu em 1958 e 1962 como jogador, e em 1970 como treinador. Já Beckenbauer venceu em 1974 como jogador e em 1990 como treinador.
Nesta Copa, apenas dois campeões do mundo como jogador estão entre os 32 técnicos da Copa do Mundo. Tratam-se de Didier Deschamps, treinador da França e campeão em 1998; e Jürgen Klinsmann, campeão com a Alemanha em 1990. Neste Mundial, ele treina os EUA.
GOLS MARCADOS EM DUAS FINAIS DE COPA
Quatro jogadores detém tal marca. Os brasileiros Vavá (58 e 62) e Pelé (58 e 70) foram os primeiros a conseguir. Depois deles, o alemão Paul Breitner conseguiu tal feito em 1974 e 1982. Por fim, o francês Zinedine Zidane alcançou o feito nas Copas de 1998 e 2006. Para este Mundial, apenas Andrés Iniesta tem a possibilidade de igualar o feito dos quatro.
O CAMPEÃO
Duas marcas são possíveis de serem quebradas em uma só categoria. Nunca um Europeu venceu a Copa do Mundo nas Américas. Na Europa, apenas o Brasil quebrou esse jejum, com o título de 1958. Já os títulos europeus foram todos conquistados em casa, com exceção do título espanhol em 2010, conquistado na África.
Já a segunda marca envolve o Brasil. Todos os campeões do mundo, com exceção da Espanha, conquistaram uma Copa do Mundo em casa. O Uruguai venceu em 1930, a Itália em 1934, a Inglaterra em 1966, a Alemanha em 1974 e a Argentina em 1978. Agora, chegou a vez do Brasil quebrar essa marca. Na única disputa de Copa do Mundo no País, em 1950, a seleção ficou com o vice-campeonato, enquanto o título foi para os uruguaios.
Fonte: PLACAR

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.