Copa pode ser 'tanto a pior como a melhor' da história, diz jornal britânico

The Guardian e CNN destacam a importância da Copa para o Brasil


O jornal britânico The Guardian é enfático: "Pronto ou não, é hora do Brasil se mostrar ao mundo". A Copa do Mundo no país apaixonado por futebol tem potencial para ser, ao mesmo tempo, a maior e a pior na história do esporte. A reportagem foi publicada na noite desta quarta-feira (11) para resumir os problemas que antecederam a preparação do Brasil para o Mundial. Relata o esquema de segurança, destaca que a presidente Dilma Rousseff não deverá fazer pronunciamento na cerimônia de abertura por causa do risco de ser vaiada.
"O maior, mais caro e possivelmente mais polêmico torneio da história do esporte vai começar no estádio Itaquerão com uma cerimônia cheia de estrelas e uma partida entre o país-sede e a Croácia. Mas nem tudo está bem na família do futebol", diz o texto (leia a reportagem original, em inglês).
"Este torneio tem o potencial para ser o maior e o pior na história do esporte. O Brasil é sem dúvida o país mais obcecado pelo futebol na Terra, com retrospecto de maior sucesso na história, e uma fama de ser uma capital mundial da festa. Mas este torneio tem um pesado significado político, visto que surge no meio de uma crise de confiança na maneira como tanto o Brasil quanto o futebol mundial são administrados... Nas ruas, manifestantes planejam entoar uma mensagem discordante sobre desigualdade, remoções forçadas e os gastos excessivos de US$ 11,5 bilhões".
Já a rede norte-americana CNN abre o dia da estreia do Brasil na Copa perguntando se a Copa do Mundo vai recuperara fé das pessoas no futebol, diante de tantos problemas dentro e, principalmente, fora de campo."Depois de mais de seis décadas de espera para o torneio para voltar ao seu país de origem, o povo brasileiro é de outra forma comprometida. Considerando que o futebol ainda pode ser uma religião, a suacongregação brasileira têm lentamente viraram as costas para a sua divindade." (leia a reportagem original, em inglês).
'Mundial mais caro da história'Na Espanha, o diário AS, especializado em futebol, mancheta "Começa hoje o Brasil 2014, o Mundial mais caro da história, com uma foto do Cristo Redentor e o estádio do Maracanã. "Os 11 milhões de euros gastos geraram muitas vozes contra. Ter 12 sedes em vez de oito disparou a inversão à Copa" (leia a reportagem original, em espanhol).
Já o El Mundo fez uma reportagem sobre uma invasão de mais de 500 sem-teto que ocuparam um hotel abandonado em São Paulo (leia a reportagem original, em espanhol).
Reportagens desta quinta-feira dos sites do As e o El Mundo, da Espanha

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.