É hoje! Brasil dá a largada para o hexano jogo contra a Croácia

A espera finalmente acabou! Chegou o dia da abertura da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014! Nesta quinta-feira (12), às 17h, a Seleção Brasileira entra em campo e enfrenta a Croácia na Arena Corinthians, em São Paulo.
Antes de a bola rolar, um grande espetáculo promete emocionar os cerca de 61 mil fãs que estarão no estádio, além dos milhares que acompanharão a cerimônia de abertura pela televisão.
Os torcedores podem chegar cedo: os portões serão abertos às 13h e o show começará às 15h15. Dançarinos, capoeiristas, ginastas, entre outros artistas farão uma apresentação de cerca de 25 minutos. Mais de 600 bailarinos entrarão em campo antes dos jogadores para mostrar a diversidade do País anfitrião. Além disso, Cláudia Leitte, Jennifer Lopez e Pitbull interpretarão a canção oficial da Copa: “We Are One (Ole Ola)”.
Reencontros 
Brasileiros e croatas já se enfrentaram há oito anos, no dia 13 de junho de 2006, pela partida de abertura do Grupo F na Alemanha. A Seleção teve trabalho diante de uma formação bastante técnica e precisou se contentar com um gol de Kaká antes do intervalo para estrear com vitória em Berlim.

Embora o Brasil tenha renovado inteiramente o seu elenco desde então, entre os 23 jogadores da Croácia há dois que participaram daquele encontro: o goleiro Stipe Pletikosa e o capitão Darijo Srna. Além disso, Niko e Robert Kovac também estavam lá. O técnico de 42 anos, que disputou 83 jogos com a camisa croata, substituiu Igor Stimac auxiliado pelo irmão em outubro de 2013.
A hora e a vez da tecnologia 
A tecnologia da linha do gol será empregada pela primeira vez em Mundiais em 2014. O sistema GoalControl-4D possui 14 câmeras de alta velocidade instaladas ao redor do campo, sendo sete apontadas para cada goleiro. A unidade central de tratamento envia um sinal de rádio criptografado para o relógio do árbitro em menos de um segundo para indicar se a bola cruzou a linha por meio de uma vibração e um símbolo visual.

Legado
Os 12 estádios que receberão as 64 partidas do torneio já foram testados. Metade das arenas foi inaugurada entre 2012 e 2013 para receber a Copa das Confederações e os outros seis palcos receberam jogos-teste neste ano.

Os complexos apresentam diversas novidades que aumentam o padrão de segurança e conforto para torcedores, delegações e imprensa. As medidas de sustentabilidade adotadas nas construções e operações das arenas servirão como referência, inclusive, para os próximos mundiais da Fifa.
Mas os ganhos de sediar um evento desse porte não ficam só nos estádios. A escolha do Brasil para sediar esse mega evento deixará para toda a população brasileira um legado cheio de avanços na infraestrutura, mobilidade urbana, segurança pública, economia, turismo, emprego, entre outros setores.


Confira uma lista de dez fatos curiosos sobre o Mundial que será realizado no Brasil
1. Projeto Andar de Novo: pela primeira vez na história um paraplégico vai dar o pontapé inicial na Copa do Mundo da Fifa Brasil de 2014 com a ajuda de um exoesqueleto. O projeto, capitaneado pelo neurocientista Miguel Nicolelis, está concluído.
2. Participação de oito campeões mundiais: com a última conquista da Espanha, a Copa do Mundo no Brasil vai reunir oito campeões mundiais: Brasil, Uruguai, Inglaterra, Argentina, Alemanha, França, Itália e Espanha.
3. Copa da diversidade: estudantes de escolas públicas que participam do Programa Mais Educação estão recebendo 48 mil entradas para os jogos da Copa. Outros 2 mil ingressos são distribuídos às populações indígenas por meio da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Comitê Intertribal.
4. Bósnia e Herzegovina: pela primeira vez a seleção da Bósnia vai disputar uma Copa do Mundo. Ela estará no Grupo F, ao lado de Argentina, Irã e Nigéria.
5. Fortaleza vai receber dez títulos mundiais: o estádio Castelão vai sediar partidas de Brasil, Alemanha e Uruguai. Somados, são dez títulos mundiais em campo.
6. Investimentos que ficam no País: R$ 17, 6 bilhões em investimentos para a Copa do Mundo são para obras de infraestrutura e melhorias que ficarão no País. São investimentos em estações de metrô, terminais de integração, BRTS, VLTs, novas vias urbanas, investimentos em segurança, telecomunicações e turismo.
7. Três campeões mundiais no mesmo grupo: o grupo da morte desta Copa é formado por Uruguai, Inglaterra e Itália. São sete títulos mundiais, além da Costa Rica, disputando duas vagas pelo Grupo D.
8. Estádios sustentáveis: os 12 estádios da Copa preencheram os requisitos para conseguir o selo verde de sustentabilidade. O Castelão e a Fonte Nova já têm a certificação LEED.
9. Seleção de novatos: nenhum jogador da Seleção Brasileira é campeão do mundo.
10. Estatística a nosso favor: como lembrou David Luiz no coletivo da Seleção, Itália e Alemanha jogaram duas Copas em casa, ganharam uma e perderam outra. Como o Brasil já perdeu uma Copa em casa, em 1950, chegou a vez de sairmos vencedores.
Fontes:

0 comentários:

Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Serão suprimidos todo e qualquer comentário com teor preconceituoso.